Quanto se gasta em uma viagem para a Disney?

Descubra aqui todos os investimentos que você precisa considerar na hora de calcular o orçamento de sua viagem para Orlando

Muita gente me pede ajuda para resolver esse dilema: de quanto dinheiro eu preciso para viajar a Orlando? A resposta, é claro, depende de muitos fatores: número de dias da viagem, época do ano, quantos e quais parques você pretende visitar, que tipo de hospedagem pretende usar, se vai ou não alugar um carro, se é ou não uma pessoa apaixonada por compras ou por souvenirs, se quer conhecer restaurantes badalados ou pretende dar um pulo no supermercado e cozinhar em casa – para citar só algumas das coisas que você precisa levar em conta.

planejamento de viagem - Orlando - Photo by Marten Bjork on Unsplash

Para ajudar, decidimos fazer uma lista dos principais gastos que você precisa botar na ponta do lápis na hora de organizar sua viagem a Orlando: leia abaixo e veja quais deles se aplicam, e como, à sua situação. Ah: nós também preparamos aqui no site uma calculadora especial, que você pode preencher com seus gastos exatos e descobrir quanto precisa economizar para sua viagem – acesse aqui, ou lá no final do post, depois de ler cada item com atenção.

Documentos: passaporte e visto

Se essa é a sua primeira viagem internacional (e para fora dos países do Mercosul), você provavelmente precisa solicitar a emissão do seu passaporte, que custa R$ 258 (ele é emitido em até 45 dias e e válido por dez anos). Com o passaporte em mãos, você também vai precisar de seu visto norte-americano de turismo (categoria B1/B2), que custa US$ 160 – sim, a cotação do dólar na data do seu planejamento e da viagem em si já começa a impactar seu orçamento desde aqui. Como o processo de solicitação do visto inclui uma etapa obrigatoriamente presencial, você também precisa incluir em seus cálculos a viagem para uma das cidades onde há consulados dos Estados Unidos no Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Porto Alegre); caso, claro, não more em alguma delas.

Passaporte - Visto - Photo by Blake Guidry on Unsplash

Seguro viagem

É aquela coisa: seguro é algo que você compra torcendo para jamais precisar usar. Mas meu conselho é: não viaje sem ele. O preço do seguro acaba variando bastante de acordo com seu perfil, suas necessidades e o número de dias da viagem, mas vale a pena fazer uma pesquisa e contratar algum que atenda às suas prioridades – saúde, auxílio no caso de acidentes e até mesmo de extravio de malas, por exemplo. Caso o pior aconteça, você vai agradecer por ter incluído esse investimento nos seus cálculos.

Passagens aéreas

Sempre a parte mais cara da viagem. Dizem que a antecedência ideal para comprar passagens internacionais é entre cinco meses e um mês antes da data de embarque; mas eu acho que o segredo é simplesmente fazer muita pesquisa: todos os dias, reservar meia hora para fazer uma varredura nos sites das companhias aéreas (de preferência na janela anônima de seu navegador, ou em dispositivos diferentes, para evitar receber informações direcionadas com base em suas pesquisas anteriores), e ficar de olho nas promoções (bastante gente que pretende viajar no primeiro semestre do ano compra suas passagens na Black Friday do ano anterior, por exemplo). Outra dica, no caso de Orlando, é comprar as passagens para Miami, normalmente muito mais baratas – e, de lá, pegar um ônibus ou alugar um carro para chegar a Orlando: a estrada é boa e tranquila, e o trajeto não leva mais de quatro horas.

Avião - Photo by Ross Parmly on Unsplash

Ingressos

Outra parte salgada da viagem: o ingresso para um dia de Magic Kingdom, por exemplo, o parque mais caro do Walt Disney World, custa entre US$ 109 e US$ 129, de acordo com a época do ano – os valores para o Epcot, o Hollywood Studios e o Animal Kingdom variam entre US$ 102 e US$ 122. Vale muito a pena planejar com antecedência quais parques você deseja visitar: no site da Disney, por exemplo, quanto mais ingressos são comprados juntos, menor fica o preço individual de cada ingresso. O mesmo vale para os parques da Universal (você paga US$ 275 por dois dias de acesso ilimitado ao Universal Studios e ao Islands of Adventure, ou seja, é como se a entrada em cada parque custasse menos de US$ 140) e do grupo SeaWorld (é possível comprar pacotes com diferentes combinações de ingressos para o SeaWorld, o Busch Gardens, o Aquatica, o Discovery Cove e o Adventure Island, em que a entrada em um dos parques acaba saindo de graça). Saiba mais sobre todos os parques de Orlando nesse link.

Hospedagem

Esse é um item que varia enormemente, e depende bastante do orçamento e das prioridades de seu grupo: tanto a Disney quanto a Universal têm opções de hotéis que vão das econômicas às mais luxuosas, e que oferecem diversas comodidades em seus parques (como transporte entre o parque e o hotel e até mesmo entrada mais cedo nos parques) – mas mesmo as econômicas são relativamente caras, se comparadas a outros hotéis existentes em Orlando. Para quem viaja em grupos grandes, alugar uma casa pode ser uma excelente opção (e o Airbnb está aí para facilitar o processo): a cidade tem casas grandes e confortáveis (com suítes, ar-condicionado/aquecedor, máquina de lavar roupa, cozinhas completas) que acabam saindo por um preço bem amigável se dividido entre seis ou sete pessoas. O aluguel de casa também permite que o turista faça compras no supermercado e cozinhe a janta, o que economiza vários dólares em restaurantes. (se você ainda não sabe quantos dias pretende passar em Orlando, esse post pode ajudar)

Transporte

Eu sou muito a favor do aluguel de carro em Orlando: o aluguel em si não é muito caro, nem o combustível – especialmente se você estiver em um grupo de mais de três ou quatro pessoas e puder dividir os gastos. Além disso, a cidade é construída para se locomover de carro, e de carro: normalmente é muito difícil ir a pé a qualquer lugar, mesmo que a distância seja pouca – há vários locais onde simplesmente não há calçadas, ou elevados que permitam atravessar as avenidas, enormes e super movimentadas. Claro, é possível se locomover usando Uber ou outros aplicativos similares (e vários hotéis, mesmo os que não são da Disney ou da Universal, oferecem transporte gratuito para os parques); mas o aluguel de carro traz uma liberdade e uma praticidade incomparáveis. E, claro, se você optar por chegar à Flórida por Miami (sem fazer uma conexão aérea para Orlando), alugar um carro por lá vai facilitar muito a sua vida. Quanto à documentação, não se preocupe: você pode usar sua CNH comum brasileira para dirigir na Flórida.

Carro - Photo by Victoria Bilsborough on Unsplash

Alimentação

Outro item que varia bastante de pessoa para pessoa. Eu recomendo levar em conta se você considera a comida parte essencial da experiência (ou seja, se pretende experimentar pratos diferentes, se empanturrar com o famoso café-da-manhã norte-americano, testar os snacks típicos da Disney e quem sabe até visitar os restaurantes que exigem reserva e que contam com a presença de personagens, por exemplo) ou se só pretende matar a fome, mesmo (e com isso economizar não só dinheiro, mas também tempo: afinal, em vez de sentar à mesa e ficar uma hora experimentando os pratos, você pode simplesmente comer um sanduíche enquanto está na fila de uma atração). Se você tiver como guardar comida e cozinhar, vale fazer uma visita ao Walmart e preparar o jantar e os lanchinhos de cada dia no lugar onde você estiver hospedado – a economia de dinheiro é enorme. Tudo, é claro, depende do seu orçamento e das suas prioridades: em ambos os casos, é bom fazer uma pesquisa e calcular quanto seu grupo precisaria por pessoa, por dia.

Compras

A Flórida também é famosa por seus outlets, que são realmente gigantescos: se você estiver planejando comprar roupas, sapatos, eletrônicos, acessórios, maquiagens, itens de perfumaria e tantas outras coisas que podem ser encontradas nos outlets, é bom reservar uma boa quantia em dinheiro para isso – pense exatamente em quais itens você quer comprar, pesquise os preços e faça uma listinha (essa lista também pode ser um guia útil na hora das compras em si: é muito fácil se perder entre as milhares de opções de produtos nos outlets!). Mas, mesmo se você não pretender visitar os outlets ou mesmo os shoppings de Orlando e Miami, não subestime o poder dos souvenirs dentro dos próprios parques: as lojas são lindas, e muitos produtos são simplesmente irresistíveis (e os preços, especialmente nos parques da Universal, nem sempre são muito agradáveis…)! Eu costumo ser uma pessoa bem controlada para compras, mas, na minha primeira ida à Orlando, reservei US$ 50 por dia para gastar com esse tipo de “bugiganga” – e achei que foi pouco.

Compras - Shopping - Outlets - Photo by Jacek Dylag on Unsplash

Extras

É sempre bom levar um dinheirinho para imprevistos – desde os desagradáveis até alguma coisa mais legal, tipo algum passeio que você descobriu de última hora, ou alguma compra imperdível na qual você ainda não tinha pensado. Muita gente que vai para Orlando também aproveita para conhecer outras cidades na Flórida (Miami, Key West, Fort Lauderdale), então é claro que, se esse for seu caso, você precisa calcular também todos os gastos dessa “outra” viagem.

Tudo isso foi calculado pensando em uma viagem feita por conta própria, ou seja, sem a contratação de uma agência ou guia de viagens – esse passeio mais independente é o que nós aqui do Seu Roteiro Disney recomendamos, já que é muito mais “personalizável” e dá muito mais liberdade aos viajantes. Se precisar de mais ajuda, você pode incluir na sua conta o valor de um roteiro personalizado: com ele você tem um roteiro com atrações, dicas e horários para cada parque da Disney e da Universal que pretender visitar, elaborado com base em uma entrevista detalhada, e respeitando o perfil e as prioridades do seu grupo – e continua livre para mudar de planos ou reeleger prioridades na hora da viagem em si. Saiba mais sobre o roteiro personalizado aqui.

Ainda precisa de ajuda para calcular o orçamento total da sua viagem? Acesse a nossa calculadora de gastos aqui – nela você encontra todos os itens mencionados aqui em cima, organizados de uma maneira fácil de entender e preencher. Esperamos que ajude! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.